Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Revisão da matéria dada – ou do ano que passou

via

 

A subscrição de blogs que gosto de seguir facilita-me a vida no que diz respeito à leitura dos mesmos. Dependendo do que o autor define recebo um email diário ou semanal, ou a newsletter, com as informações que foram publicadas durante esse tempo.

 

Na semana passada recebi a newsletter do Tim Ferriss onde ele deixou uma ideia que tinha partilhado em 2017 e que, dada a sua relevância, deixava novamente para o final de 2018. Gostei da ideia e por isso partilho-a convosco também.

 

É um exercício que pode demorar 30 – 60 minutos e para o pôr em prática precisamos de papel e caneta (escrever à mão ajuda mais neste processo mas quem preferir pode fazê-lo no computador) e de ter a agenda à mão. Vamos lá!

 

  1. Pegar no bloco de notas ou folha de papel e criar duas colunas: Positivo/Negativo.
  2. Pegar na agenda do ano em causa (neste caso 2018) e o ano em revista (dia a dia; semana a semana)
  3. Em cada semana devemos tomar nota das pessoas com quem estivemos, das atividades que realizámos, compromissos que tivemos e que provocaram emoções, positivas e negativas, e colocar na respetiva coluna.
  4. Depois de revisitar todo o ano devemos identificar os 20% que tiveram mais impacto: os 20% positivos e os 20% negativos.
  5. Quando identificamos os “positivos” descobrimos o que queremos ter mais em 2019 e também o que devemos tratar de marcar na agenda. Encontros com amigos, idas ao cinema ou a concertos, viagens, exercício físico, etc., são exemplos de coisas que fazem parte da minha coluna positiva (apesar de ainda não ter feito o exercício sei que estão nessa coluna). Funcionam, fazem-me feliz e por isso há que agendar! Se não estiverem no calendário… não vão acontecer!
  6. Os “negativos” também têm que ser revistos… também fazem parte da vida… por isso, pegar nos tais 20% mais negativos (dos que podemos controlar) e colocar numa lista “A não repetir”. Esta lista deve estar em lugar visível! Todos sabemos que há situações, pessoas, lugares e hábitos que nos deixam ou fazem infelizes… para quê insistir e repetir?! Desta listinha nada deve ir para o calendário!

 

Quem acompanha o blog há mais tempo, ou me conhece pessoalmente, sabe que sou muito mais de pensar nas coisas positivas do que nas negativas. Há até quem me compare ao Corvo Calamidade, uma personagem de desenho animado que em qualquer desgraça vê uma coisa boa. Mas também tenho os meus dias!

 

Por isso, registar o menos bom é importante, mas é muito mais importante identificar, marcar, agendar as coisas que nos fazem felizes para que sejam elas a dominar os nossos dias, as nossas agendas e as nossas vidas!

 

Que tal aproveitarmos uma hora deste fim de semana para fazer este exercício?

 

PS: Uma dica! Juntamente com a agenda sugiro que revisitemos as fotografias que tirámos durante o ano. Por vezes registamos um momento em fotografia mas ele acaba por não estar refletido na nossa agenda. AH! E o caderno bonito que está na foto é d'O Beija-Flor

Só mais uma nota: se quiserem simplificar a vossa vida e receber as publicações do blog por e-mail... subscrevam! :) 

 

 

Planos para o resto do mês

 

via

 

Os meses começam num instante, chegam a meio num instante e acabam num instante. Tenho a sensação que às vezes passamos por eles e nem damos conta. O que não é necessariamente positivo. Este mês está já a mais de meio e as semanas que se aproximam estão cheias de atividades e compromissos. 

 

Não vou aqui deixar um registo exaustivo, nem os planos para esta semana. Ficam já os planos que tenho até ao final do mês porque o dia 30 está já aí ao virar da esquina. 

 

  • Estreia do filme "A livraria" baseado no livro como mesmo título 
  • Fim de semana para carregar baterias
  • Preparar um pic nic para a família - o picnic dos primos
  • Cuidados pessoais pré-férias
  • Ver os jogos da seleção
  • Pôr a escrita em dia
  • Fazer os possíveis para contrariar a app que diz que eu não vou destralhar 496 coisas até dia 27/06
  • Trocar finalmente a roupa e calçado de Inverno pelo de Verão

 

E por aí, muitos planos, ideias e coisas giras para fazer?

 

O resumo das semanas

 via

 

Contei aqui que as coisas andavam um bocadinho complicadas por estes lados. E como assumir um problema é meio caminho para a cura... Parei. Investi 1h30 do meu tempo a deitar tudo cá para fora, que é como quem diz para uma folha de papel, e esquematizei uma solução. Como fiz em Setembro mas desta vez de uma forma mais simples.

 

Não tinha tempo. Como nunca ninguém tem. A questão é que se eu somasse todos os minutos em que me perdia em pensamentos do que tinha para fazer, certamente consumia muito mais tempo do que a 1h30 que investi e acabava por não ter nada feito na mesma. 

 

Às vezes é disso mesmo que precisamos. Parar. Às vezes não, praticamente sempre. E se formos a ver... até os carrocéis param entre cada viagem. 

 

Por isso, depois de parar, pensar e esquematizar, estas foram algumas das coisas que consegui fazer nas últimas duas semanas:

  • almoços com amigas
  • preparação de refeições para a semana
  • menu para um mês e repsetivas compras de supermercado
  • tarefas domésticas
  • reguei os canteiros e os vasos
  • ouvi alguns podcasts
  • deitei-me a horas decentes e acordei bem disposta
  • até fui À festa (nesse dia claro que não me deitei a horas decentes... mas acordei muito bem disposta!)
  • comecei a incluir a roupa de Primavera... comecei porque como se vê... o tempo não anda certo...

 

 

Também já tenho os planos para os próximos dias

  • vários eventos de trabalho que condicionam o dia a dia normal
  • verificar os aniversários deste mês (que são muitos)
  • fazer marcações de exames de rotina (que também são muitos...)
  • experimentar o esfoliante detox de café para começar a preparar a pernoca para o sol
  • estudiar, estudiar, estudiar.

 

E porque, como em qualquer bom plano, é importante deixar espaço para imprevistos... voilá! Amanhã vou a um concerto inesperado com uma amiga! 

 

E por aí, muitos planos?

 

 

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D