Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Planos para o resto do mês

 

via

 

Os meses começam num instante, chegam a meio num instante e acabam num instante. Tenho a sensação que às vezes passamos por eles e nem damos conta. O que não é necessariamente positivo. Este mês está já a mais de meio e as semanas que se aproximam estão cheias de atividades e compromissos. 

 

Não vou aqui deixar um registo exaustivo, nem os planos para esta semana. Ficam já os planos que tenho até ao final do mês porque o dia 30 está já aí ao virar da esquina. 

 

  • Estreia do filme "A livraria" baseado no livro como mesmo título 
  • Fim de semana para carregar baterias
  • Preparar um pic nic para a família - o picnic dos primos
  • Cuidados pessoais pré-férias
  • Ver os jogos da seleção
  • Pôr a escrita em dia
  • Fazer os possíveis para contrariar a app que diz que eu não vou destralhar 496 coisas até dia 27/06
  • Trocar finalmente a roupa e calçado de Inverno pelo de Verão

 

E por aí, muitos planos, ideias e coisas giras para fazer?

 

O contrário de desperdício

via

 

Acredite-se ou não, o que é certo é que por vezes há coisas que acontecem que parecem puras coincidências, mas serão? Hoje aconteceu-me uma dessas situações. Um conjunto de astros alinhados todos ao mesmo tempo e todos em sintonia com um conjunto de coisas nas quais tinha pensado. Vejamos.

 

Tenho aquele fraquinho conhecido pela Feira do Livro. Mas também tenho aquela questão com "não comprar mais livros". Ainda podemos contar com o facto de ter decidido reduzir o número dos meus pertences. E depois tenho uma lista de coisas que quero fazer durante um ano. Hoje de manhã essas quatro coisinhas foram todas metidas dentro de um saco, chocalhadas e deram um resultado incrível! E não foi de propósito, mas umas foram trazendo as outras até que chegámos a um resultado final.

 

O meu fraquinho pela Feira do livro faz com que todos os dias consulte a lista dos livros do dia. Vá que está lá um dos livros que quero muito comprar mas que estão sempre à espera de boas oportunidades!? E hoje estava um que eu gostava de ler. O desconto era bom, por isso podia comprá-lo. Mas iria contra os meus compromissos: não comprar livros, reduzir o número de livros e coisas em casa e sobretudo contra o propósito do próprio livro - desperdício zero.

 

Quem se interessa por estas coisas dos minimalismos, destralhes, simplificações, ambientes, etc., saberá quem é a Bea Johnson e já terá ouvido falar no seu livro. Eu já ouvi uns quantos podcasts com ela, já li umas entrevistas e tinha curiosidade de ler o livro. Podemos sempre aprender mais qualquer coisa não é? 

 

Pois bem, peguei em mim, pesquisei se a biblioteca onde eu estou registada tinha o dito cujo, que tinha, e na hora do almoço fui lá para reativar o meu cartão de leitor e trazer o livro. E ... com isto risquei mais um item da minha lista das 40 coisas.

 

Por conseguinte, como diria uma das minhas professoras de Português, numa só ação não comprei mais um livro, poupei 10 euros, fiz uma pequena caminhada na hora do almoço e risquei mais uma coisa da minha lista! Estavam ou não estavam alinhados?

 

 

Versão 4.0 - ponto de situação :)

via

 

Podia estar muito caladinha no meu canto e ir cumprindo os pontos da lista um a um, sem dizer nada. Podia. Mas não era a mesma coisa pois não!? Resolvi por isso ir aqui dando contas do que vou fazendo. Assim como assim um dos pontos implica convencer algumas pessoas a fazer uma lista destas por isso tenho que motivar e entusiasmar os indecisos. São muitas vezes esses que desempatam!

 

Então e como vamos na taxa de cumprimento da coisa? A ver:

 

5. Escrever 40 cartas e postais: já só me faltam 39! Escrevi uma agora em Abril e tenho uma série de postais e cartas em falta. Talvez no início do próximo mês vos consiga dar uma estatística melhorzinha.

 

18. Tirar fotos num photo booth: Voltamos a falar de coisas que acontecem sem estarmos à espera. Pois que minutos depois de entrar no Revenge vi uma maquininha destas maravilhosa e pimbas! Item riscado!!! E tirar fotos num photo booth com amigas é ainda mais divertido! 

 

24. Voltar a conduzir: este ponto tem rasteira. Tirei a carta muito fora do tempo das pessoas normais. E não fiquei nada viciada na condução. Como ainda por cima não preciso de conduzir na maioria das situações da minha vida... tenho a coisa facilitada. Contudo, queria comprovar a mim mesma que ainda sabia como se faz. E por isso, peguei no carro e conduzi. Claro que foi quase como andar nas aulas de condução novamente porque prática também não tenho quase nenhuma. Mas o que conta é que conduzi. A ideia é voltar a pegar no carro e aos poucos ganhar a confiança na condução, que não tenho. Não que vá começar a ir de carro para todo o lado mas se for preciso... 

 

38. Visita ao aqueduto das águas livres: quando andava à procura de ideias para completar a lista falei com os meus primos. Uma das minhas primas sugeriu que fizesse esta visita com ela e com os alunos da escola onde ela ensina português (nos EUA). Foi uma visita muito interessante! Recomendo. Se não estou em erro, até ao final de Maio as visitas são gratuitas. Podem consultar mais informações sobre as visitas aqui.

 

39. Experimentar um prato de um país que nunca tenha comido: Queria ter cumprido este ponto com uma ida ao Mezze mas... não deu. E  por acaso, depois de uma das aulas de espanhol fui com as minhas colegas jantar a um restaurante Fenício que há perto do instituto. Era giro ter tirado fotos e vir aqui fazer um resumo da experiência. Era. Mas como o nosso jantar se resumiu a risota, escolher pratos terminados em "eh" e mais um bocadinho de risota... esqueci-me disso. Posso no entanto dizer que sim, que a comida é boa. Não consigo muito bem aproximá-la de uma cozinha específica. Gostei! 

 

40. Convencer 5 pessoas a fazer uma lista destas: ora bem, comecei a lista já com uma pessoa convencida. Neste momento vamos com duas! Vá lá, não se acanhem, comecem a pensar no que querem fazer mas estão sempre à espera do dia em que... coisas simples! Não precisam de grandes epopeias ou aventuras. Comecem por colocar os números todos alinhadinhos à esquerda e depois deitem para o papel aquelas coisas que gostavam de fazer, ou já fazem mas não querem deixar de fazer. Ler 5 livros, visitar um amigo, organizar um jantar com colegas da escola primária, andar de patins em linha, andar 5 kms por dia durante 1 mês, sei lá... tanta coisa... Pensem nisso e quando fizerem digam-me para eu saber quando posso riscar este ponto da minha lista. Porque eu sei que com a vossa ajuda vou conseguir!

 

Para quem ainda não conhece, aqui está a lista das 40 coisas.