Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Setembro é como Janeiro, podemos sempre começar de novo

via

 

Nessa série de culto que é o Sexo e a Cidade há momentos em que a protagonista, Carrie, vai para um hotel para escrever. Diz que se consegue concentrar melhor. Ontem ouvi um podcast sobre "retiros produtivos" que fala de algo semelhante: 3 dias dedicados a organizar a nossa vida. Registar todas as ideias, olhar para o calendário, planear e pôr em prática.

 

O ano passado falei aqui de uma coisa que tinha feito para conseguir "arrumar as ideias" e passar à ação. Normalmente nas férias tenho "resmas" de ideias novas e boas intenções. Não foi propriamente o caso este ano, mas as ideias continuam a andar por aqui, soltas. 

 

Basicamente, talvez seja por se estar a chegar o mês de Setembro (que para mim é como se fosse Ano Novo outra vez) que está a dar-me novamente o bichinho de parar para pôr tudo no papel, fazer pequenas coisas que já estão na lista de coisas a fazer, etc. Basicamente parar, pensar, planear e pôr em prática.

 

Infelizmente, ou não, ir para um hotel como sugere o convidado do podcast, ou a própria Carrie, não é possível. A alternativa mais desafiante é ficar em casa, onde há sempre distrações. A outra opção é ir para casa de um amigo que esteja a trabalhar. Já testei as duas opções e embora ambas tenham surtido efeito, a que mais impacto teve foi ir passar uma semana em casa de uma amiga. Melhor ainda porque a casa dessa amiga fica junto da praia. Acordava sem despertador, tomava o pequeno almoço e "trabalhava" um bocadinho. Depois saía e ia dar uma volta até à praia. Voltava para casa, almoçava e voltava ao registo de "trabalho". Nesses dias consegui pensar em imensas coisas e passá-las ao papel. Com o benefício de que quando a minha amiga chegava podia partilhar o que tinha feito durante o meu dia de "trabalho".

 

Sou daquelas pessoas para quem o papel e a caneta são um básico. E em situações como esta não consigo funcionar sem estes dois elementos. Parece que as coisas não fluem da mesma maneira. Mindmaps, listas, desenhos, rabiscos de ideias, tudo no papel fica mais fácil. E Setembro tem todo aquele encanto do regresso às aulas. Como disse a Mariana Sabido um destes dias: 

 

Setembro é como Janeiro, podemos sempre começar de novo, e ter mil e um planos para a nossa vida. É como preparar mais uma vez a mochila para voltar à escola. 

 

 

Podcast: Beyond the to do list - Productivity Retreat: Ryan McRae on Taking a 3 Day Productivity Retreat 

 

3 comentários

Comentar post