Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Revisão da matéria dada – ou do ano que passou

via

 

A subscrição de blogs que gosto de seguir facilita-me a vida no que diz respeito à leitura dos mesmos. Dependendo do que o autor define recebo um email diário ou semanal, ou a newsletter, com as informações que foram publicadas durante esse tempo.

 

Na semana passada recebi a newsletter do Tim Ferriss onde ele deixou uma ideia que tinha partilhado em 2017 e que, dada a sua relevância, deixava novamente para o final de 2018. Gostei da ideia e por isso partilho-a convosco também.

 

É um exercício que pode demorar 30 – 60 minutos e para o pôr em prática precisamos de papel e caneta (escrever à mão ajuda mais neste processo mas quem preferir pode fazê-lo no computador) e de ter a agenda à mão. Vamos lá!

 

  1. Pegar no bloco de notas ou folha de papel e criar duas colunas: Positivo/Negativo.
  2. Pegar na agenda do ano em causa (neste caso 2018) e o ano em revista (dia a dia; semana a semana)
  3. Em cada semana devemos tomar nota das pessoas com quem estivemos, das atividades que realizámos, compromissos que tivemos e que provocaram emoções, positivas e negativas, e colocar na respetiva coluna.
  4. Depois de revisitar todo o ano devemos identificar os 20% que tiveram mais impacto: os 20% positivos e os 20% negativos.
  5. Quando identificamos os “positivos” descobrimos o que queremos ter mais em 2019 e também o que devemos tratar de marcar na agenda. Encontros com amigos, idas ao cinema ou a concertos, viagens, exercício físico, etc., são exemplos de coisas que fazem parte da minha coluna positiva (apesar de ainda não ter feito o exercício sei que estão nessa coluna). Funcionam, fazem-me feliz e por isso há que agendar! Se não estiverem no calendário… não vão acontecer!
  6. Os “negativos” também têm que ser revistos… também fazem parte da vida… por isso, pegar nos tais 20% mais negativos (dos que podemos controlar) e colocar numa lista “A não repetir”. Esta lista deve estar em lugar visível! Todos sabemos que há situações, pessoas, lugares e hábitos que nos deixam ou fazem infelizes… para quê insistir e repetir?! Desta listinha nada deve ir para o calendário!

 

Quem acompanha o blog há mais tempo, ou me conhece pessoalmente, sabe que sou muito mais de pensar nas coisas positivas do que nas negativas. Há até quem me compare ao Corvo Calamidade, uma personagem de desenho animado que em qualquer desgraça vê uma coisa boa. Mas também tenho os meus dias!

 

Por isso, registar o menos bom é importante, mas é muito mais importante identificar, marcar, agendar as coisas que nos fazem felizes para que sejam elas a dominar os nossos dias, as nossas agendas e as nossas vidas!

 

Que tal aproveitarmos uma hora deste fim de semana para fazer este exercício?

 

PS: Uma dica! Juntamente com a agenda sugiro que revisitemos as fotografias que tirámos durante o ano. Por vezes registamos um momento em fotografia mas ele acaba por não estar refletido na nossa agenda. AH! E o caderno bonito que está na foto é d'O Beija-Flor

Só mais uma nota: se quiserem simplificar a vossa vida e receber as publicações do blog por e-mail... subscrevam! :) 

 

 

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.