Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Os planos e os imprevistos

via

 

semana passada deixei aqui os meus planos para a semana. De facto, eram os planos para duas semanas. E como muitas vezes acontece, há os planos e depois há o que acontece para além deles.

 

Apesar de esperar duas semanas preenchidas, muitas coisas aconteceram que não estavam nos meus planos. E isso faz-me lembrar uma "dica" da gestão de tempo, ou da organização, ou o que lhe quisermos chamar: deixar sempre tempo para os imprevistos.

 

Os imprevistos aparecem. São como o Murphy... aparece sempre! E é por isso que devemos deixar sempre um espacinho para eles. Podem ser coisas boas ou menos boas. Mais um motivo. Esse espacinho de que falo é o que nos vai permitir ser flexíveis na altura de fazer escolhas. Por exempo: ia visitar o aqueduto mas acabei por visitar o Aqueduto, o Lisbon Story Center, o Arco da Rua Augusta e o Museu das Ruínas do Carmo. Ora se ficasse presa ao plano que defini, metade dessas coisas não tinha feito e não tinha tido um dia tão divertido como tive.

 

Algumas das tarefas previstas não foram realizadas. Mas esse também é um dos "segredos". Fazer opções entre as coisas que são fundamentais, as que podemos adiar e aquelas que naquele momento sabemos que nos vão deixar mais felizes. Porque há momentos em que os imprevistos menos positivos também aparecem e nessa altura é preciso ter um saldo positivo de coisas boas que nos ajude a superá-los.