Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Há sempre duas opções!

via

Uma pessoa chega ao trabalho e irrita-se. E depois disso tem uma de duas opções, como sempre: ou alimenta essa irritação e deixa-se levar nessa espiral decrescente que só nos leva por caminhos tenebrosos, ou pensa, como diz a minha amiga A. “isto daqui a 5 anos não vale nada!” e por isso desfoca-se dessa ligeira urticária e foca-se nas coisas boas que tem pela frente.

 

E depois de um desabafo decidi que o melhor que tinha a fazer era mesmo valorizar todas as coisas boas que tenho pela frente! Hoje vesti umas calças que, pelo modelo e tecido, podem ser controversas (calças curtas, largas e de bombazine larga têm tudo para ser controversas!) mas de que eu gosto muito e estou a adorar tê-las vestidas, ainda hoje vou ter direito a um momento só para mim, ontem consegui fazer uma série de coisas que queria ter feito antes de me deitar, amanhã tenho um almoço com um amigo que não vejo desde os dias quentes de Verão, para a semana tenho uns dias de férias, ainda esta semana devem chegar os fatos de banho que comprei na Scullings (giros!!!), amanhã e quinta-feira é dia de piscina, no próximo fim de semana conto ir em busca dos presentes certos, algures no tempo vou ver as iluminações de Natal, tradição que não pode faltar na minha época festiva, e os postais de Natal que também já estão “no forno”!

 

Pensei nestas coisas todas antes do almoço. Quando cheguei do almoço… tinha uma encomenda à minha espera! Não, não eram os fatos de banho, era a minha agenda de trabalho para 2019, personalizada com o meu nome. Chique de doer!, como diziam numa novela há uns tempos.

 

Por tudo isto, parece-me que a escolha que fiz, mal me cruzei com a irritação pela manhã, foi uma escolha acertada!

 

Para terminar, deixo aqui uma frase que li hoje no blog da Sofia: “Raras são as vezes em que nos apercebemos da felicidade no instante em que somos felizes”. Disse o José Eduardo Agualusa e disse muito bem. Esta frase é das tais, daquelas a imprimir ou colocar em lugar bem visível! Para ver se, assim como quem não quer a coisa, nos apercebemos de como somos felizes com mais regularidade.

 

PS: longe de mim ser um blog de moda, apesar de os meus serviços de fashion adviser já terem sido requisitados várias vezes, mas achei que a foto das calças podia ilustrar o post de hoje. Até agora só tenho coisas boas a dizer :)

 

 

2 comentários

Comentar post