Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

"Eu devia estar louca!" ou o Diário do desafio do mês

via

 

No primeiro dia do desafio, depois da animação de escolher as músicas para publicar aqui, percebi ainda melhor o quão difícil isto ia ser. Admito que até pensei desistir. Até porque se eu desistisse ninguém saberia. Mas não era correto. Embora tenha ainda passado pouco tempo e não possa propriamente dizer que está a correr às mil maravilhas, já deu para perceber algumas coisas. E por isso, como motivador adicional, ou como forma de auto-policiamento, decidi que todos os dias ia registar como corria em vez de desistir. Aqui fica o diário dos primeiros 5 dias. Ao fim de semana a experiência pode ser diferente. Vamos ver!

 

Dia1 – “eu devia estar louca quando pensei em por isto no blog… estava caladinha e pronto. Boogie Wonderland… Boogie Wonderland… “ a minha manhã foi isto. Ou melhor, o meu banho. Não consegui dançar nem um passo. Muito pelo contrário. Só não praguejei porque também não valia a pena… E por isso… alternei o “devia estar louca” com “Boogie Wonderland” para ver se o meu cérebro começava a entrar no ritmo. Mas não entrou… por isso… falhei.

 

Dia 2 – hoje já consegui ouvir a música até aos 2 minutos e a partir daí abanar o esqueleto um bocadinho. Stay’in alive…Stay’in alive… eu preciso é de Stay’in awake!!!  Ao final do dia dei comigo a cantarolar a música quando ia no metro a caminho da piscina. Alguma coisa deve ter ficado...

 

Dia 3 – Lembrava-me que a música era o “Take on me” e por isso quando acordei comecei a trautear para depois ser mais fácil. Não deu para dançar… mas deu para me mexer ao som da música enquanto me arranjava para ir trabalhar.

 

Dia 4 – Hoje foi o melhor dia deste desafio. Acordei bem, liguei a música, abri a janela e comecei a andar pela casa em passo de dança. Aproveitei o embalo e ainda fiz a cama a dançar! Hoje correu mesmo bem! Será que foi da música?!

 

Dia 5 – Dores de garganta e costas… logo pela manhã. E não, não é desculpa, foi verdade. Como não consegui dançar… ouvi a música no metro e como penitência cantarolei para além de “dançar” em público. Acreditem… o castigo foi suficiente! Para mim e para quem ia ao meu lado! Mas como mais à frente também ia um rapaz a cantarolar… as pessoas devem ter pensado que era o dia de cantar no metro ou algo do género.

 

Este desafio está a ser tão ou mais difícil do que eu imaginava. Sobretudo porque não consigo acordar logo com a energia necessária. E quando começo a ter energia para essas coisas já são horas de estar bem longe de casa. Mas não vou desistir. Mesmo que entretanto tenha pensado em deixar de publicar as músicas uma a uma. Contudo, e como pode haver alguém por aí a cumprir o desafio à letra… vou deixar as publicações das músicas tal como estão. Mas como é óbvio podem escolher as vossas próprias músicas! O que importa é dançar!

 

Mais alguém embarcou neste devaneio musical?

Para quem não sabe do que estou a falar - Dançar logo pela manhã - o desafio

Dançar logo pela manhã - playlist