Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

O QUE EU NÃO ACHO MESMO NADA BEM!

Há já muitos anos atrás por esta altura, também eu estava a preparar-me para iniciar a minha vida académica. O início não foi fácil, mas depois de começar a estar presente nos rituais de iniciação - vulgo praxe - começou a melhorar. Acho que quando organizada com o intuito de integrar e não de humilhar, a praxe é uma coisa boa. No meu caso, muitos daqueles que ainda hoje mantêm o contacto partilharam aqueles dias intermináveis em que muitas vezes fizemos coisas que não gostávamos ou que às quais não achávamos a mínima piada. Mas depois vinha a parte melhor. Depois da praxe tinhamos a oportunidade de conviver com quem nos gritava todo o dia e que, por mutação, se transformava novamente em colegas de curso.

 

Isto tudo para dizer que acho muito bem que as pessoas se divirtam, convivam, façam as coisas que podem ser próprias hoje e daqui a um mês ou dois já não sejam. O que eu não acho bem, mesmo nada bem, é que se reunam todos num jardim, participem nesses rituais de passagem, mas depois não passem a informação de que o nosso dever enquanto cidadãos é também deixar os sítios por onde andamos, no mínimo, como os encontramos!

 

Hoje a caminho do trabalho vi, num jardim simples mas simpático, aquilo que se vê depois de um grande concerto num terreno preparado para esse fim. Copos, garrafas, pacotes tetrapack, sacos de plástico. Tudo para alguém limpar!

 

Espero que a praxe de hoje inclua luvas e muitos saquinhos do lixo. E já agora, se não for pedir muito, que o mesmo seja separado para facilitar a sua reciclagem. Porque aprender, não aprendemos só nos livros e o mundo não está todo aqui para nos servir e apanhar os despojos da nossa festa :) 

FAZER OS OUTROS FELIZES

Acredito verdadeiramente que quando fazemos os outros felizes, o retorno é muito maior! Li algures que quem pratica acções para melhorar a vida dos outros também o faz com o seu quê de egoismo. Talvez... se sabemos que vamos ficar também felizes e que o nosso dia vai melhorar depois de sorrirmos a um estranho na rua, porque não havemos de o fazer?!

 

Acredito também que para uma grande parte da população mundial, o que acabei de dizer não faz sentido e que esbarra até na infantilidade. Não faz mal... um dia essas pessoas irão perceber :)

 

Encontrei este vídeo de alguém que fala a mesma língua que eu e que por isso decidiu canalizar as suas energias para fazer alguém feliz! E para o conseguir não precisamos de grandes produções, por vezes precisamos só desse tal sorriso que partilhamos na rua :)

 

Aqui fica. Pode ser que vos inspire e que hoje o vosso dia seja um bocadinho mais feliz!

  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D