Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Se uma Passagem de Ano alegra muita gente...

via

O início do Ano traz sempre com ele um conjunto de entusiasmo, ideias brilhantes, ideias frescas, esperanças e muita energia positiva. Também traz algum cansaço, rescaldo das festas e de alguns excessos alimentares, mas esse tem agora um impacto mais reduzido. Estamos cheios de força para começar de novo. Ano Novo, Vida Nova! 

 

Não sou particularmente adepta da Passagem de Ano mas... sou muito adepta de recomeços. Por isso, celebro o Ano Novo quatro vezes! Celebro, como toda a gente, a passagem de ano tradicional, depois, passado um mês e pouco, celebro o Ano Novo Chinês, mais um bocadinho e festejo novamente a passagem do meu ano, AKA aniversário e lá para Setembro, mais um recomeço, o regresso às "aulas" ou rentreé como se chama na vida adulta. 

 

Em todas estas datas tenho a oportunidade de mudar alguma coisa e melhorar. Traço objetivos, revejo os que defini na passagem de ano anterior, penso no que quero fazer dali em diante, sigo algumas das tradições e superstições só por diversão. Mal não faz... Basicamente, recomeço! Sempre com o tal mix entusiasmo-ideias brilhantes-ideias frescas-esperança-energia positiva.

 

Algumas das tradições são engraçadas e valem a pena só pela brincadeira e animação que geram. Comer M&M em vez de passas, andar de mala pela casa na passagem de ano, arrumar a casa e deitar o lixo todo fora, usar cueca amarela (super difíceis de encontrar), ter dinheiro em envelopes vermelhos e oferecer, tudo isto no Ano Novo Chinês, fazer uma lista das coisas que quero fazer durante o MEU ano (já comecei a lista deste ano e estou bastante entusiasmada com o facto de estar quase na versão 4.0) e pensar no que quero mudar, melhorar e, por vezes, até deixar de lado, quando chega o mês de Setembro e a vitamina D está em alta. 

 

São tudo oportunidades de recomeçar. E todas elas podem ser vistas de dois prismas: termos menos tempo ou termos ainda imenso tempo! Como optimista que sou, acredito que o melhor está ainda por vir e por isso estas marcas temporais são sempre indicadores de proximidade. Como uma contagem decrescente para algo espetacular! Tal como vos disse no outro dia.

 

Por isso, se uma Passagem de Ano alegra muita gente... imaginem quatro!

 

 

 

1 comentário

Comentar post