Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Problema Literário

IMG_20170711_092035_888[1].jpg

 

Pior que escolher o que colocar na mala em tempo de férias é decidir que livros deixar em terra. Sabemos que não vamos conseguir ler tudo, mas também sabemos que nunca vamos vestir toda a roupa que levamos.

 

Para mim, pior ainda é decidir sem estar de férias, porque o chip muda. E depois os apetites de leitura também. O ano passado, por exemplo, levei poucos livros porque “ah e tal, não vou carregada”. Resultado… acabei por pedir mais um emprestado e comprei mais dois. E um dos que levei ainda não consegui voltar a ler. Fiquei com a ideia de que preciso de estar demasiado concentrada para entrar naquela leitura.

 

Para este Verão a lista é extensa e diversificada. Uns já li, outros já comecei a ler, outros ainda quero muito ler. Mas grave, grave, é que à medida que os dias se aproximam… e que vou pensando nisto… parece que podia levar mais uns quantos. Ontem caí no erro de passar numa livraria, folheei um livro e enviei uma mensagem a uma amiga a dizer “ Vi hoje o livro do Acordo Fotográfico. Quando o vi achei que era o que queria ler nas férias. Não comprei mas… ficou aqui na ideia”.

 

Para já a lista está neste estado (sem incluir os que entretanto me vou lembrando…)

 

The happiness project – Gretchen Rubin

Walden – Henry David Thoureau

África Minha – Karen Blixen

Hombres Buenos – Arturo Pérez-Reverte

A vida no campo – Joel Neto

Doutor, eu quero ser a mais bela de todas! - Olivier Coutrin-Clarins

O leitor do comboio - Jean-Paul Didierlaurent

Não se encontra o que se procura – Miguel Sousa Tavares

Café Amargo – Simonetta Agnello Hornby

A arte de amar – Elizabeth Edmondson

 

Podem dizer que se já li alguns deles para quê ir carregada? É verdade. Mas cada um deles tem a sua missão e propósito. E se tiver mesmo que deixar algum para trás… o processo decisivo vai ser difícil.