Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Fabrico Nacional

A semana passada estreou na RTP1 um programa sobre produtos nacionais de referência. Fabrico Nacional é o programa que nos vai apresentar fábricas antigas, cheias de histórias para contar, e partilhar alguns dos seus segredos, não só de sucesso, mas também de como superar algumas dificuldades.Tal como diz a sinopse do programa "em Fabrico Nacional vamos conhecer quem somos, como somos e o que fazemos ao nível da indústria tradicional, que nos revela mais-valias extraordinárias nos tempos atuais."

 

via

 

O primeiro episódio foi dedicado ao Chá Gorreana - o chá dos Açores. Ao longo do programa, a Catarina Portas, conhecida defensora do que é nosso, vai conversando com um conjunto de pessoas relacionadas com aquela plantação. Em conjunto levam-nos numa viagem sobre a história daquela que é, atualmente, a plantação de chá mais antiga da Europa, ainda em funcionamento. Mas também podemos aprender mais sobre o chá propriamente dito e ainda algumas dicas de gestão do Sr. Ernesto.

 

Durante a conversa podemos ainda ouvir expessões como "tudo se resolve com um cházinho" referindo-se à importância do chá na vida das pessoas, sobre o facto de quem visita a fábrica poder consumir chá gratuitamente que "quando eu recebo uma visita na minha casa é uma maneira de agradecer terem entrado" e ainda "a fábrica é como se fosse uma pessoa da família, alguém que cresce connosco". Entre tantas outras que ajudam a perceber o porquê da sua importância para a ilha e da sua permanência em funcionamento.

 

Achei o programa muito interessante, mesmo pela sua simplicidade e posso até dizer que no final só pensava em beber um chá e passar a comprar sempre Gorreana. Acho mesmo que vale a pena rever este episódio e saber mais coisas que eu não conto aqui.

 

O programa passa à 5ª feira, por isso o próximo é amanhã, dia 25, por volta das 21h e será ideal para gulosos, talvez com um interesse especial para as pessoas do Porto, uma vez que desta vez vamos viajar pela história dos chocolates Arcádia. Os não gulosos também podem ver. Afinal o que é nacional é bom!

 

 

P.S.: Entretanto encontrei o episódio 100 da Cidade na Ponta dos Dedos que também merece uma espreitadela. Neste episódio podemos fazer um roteiro pelas lojas centenárias no Chiado, embora tendo como ponto de partida a loja da Vida Portuguesa na Rua Ivens (não tão antiga assim mas com imensos produtos nacionais que merecem uma visita).

 



 

 

2 comentários

Comentar post