Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Edição Limitada

“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito”. Clarice Lispector

Planos para esta semana

via

 

Esta semana os planos chegam "ligeiramente" mais tarde. Sabem como é... fazemos planos e depois acontece a vida. Gosto muito do blog mas preferi ir passar a tarde de ontem a fazer casas em Lego e "viajar na maionese" enquanto organizava tudo para ir passar uma semana de férias em boa companhia, num sítio quentinho. Como se costuma dizer "sonhar não paga imposto"!

 

E agora voltamos ao dia-a-dia e aos planos que eu tenho para esta semana:

  • organizar um ficheiro com os aniversários da família: recolhi com os meus primos os aniversários da família, da mais velha ao mais pequenino. Agora é preciso organizar tudo. Já coloquei num ficheiro para depois partilhar por todos. Acho que, numa segunda fase, vou incluir no mesmo documento os aniversários dos amigos para ficar com um registo completo. E não é muito difícil: ficheiro excell, dias na vertical, meses na horizontal e depois é ir preenchendo. O mais difícil é recolher todas as datas.
  • pôr a escrita em dia e enviar os postais que tenho em atraso no postcrossing... shame on me!
  • reintegrar algumas das rotinas que começaram a ficar para segundo plano... é muito mais fácil "descarrilar" do que manter hábitos novos...
  • passar pelo Palácio das Galveias para ver como ficou a biblioteca depois das obras.

 

 

PODCAST: By the BOOK – The Miracle Mornings

 

Quem me conhece pessoalmente sabe que acordar de madrugada não é para mim. Dizer que sou uma inutilidade ou um zero à esquerda, também não (só em algumas áreas). Falar muito mal acordo, mentira. Ter pensamentos muito bonitos e positivos mal acordo… népias. E exercício físico!? Esqueçam! Por isso, o livro de que falam neste podcast podia ser mesmo um milagre para mim. Até porque tenho como desejo acordar um bocadinho mais cedo para conseguir fazer algumas coisas e sobretudo não andar a correr logo de manhã, mesmo que seja em piloto automático.

 

Este foi o primeiro episódio que ouvi do By the Book e foi a melhor coisa que podia ter feito. Primeiro porque fazem uma revisão sincera do livro, leram e tentaram pôr em prática as dicas do autor: acordaram cedo, meditaram, ou tentaram, dizer as suas afirmações, visualizaram e praguejaram! O que eu me ri a ouvir estes relatos! Muito, muito divertido!

 

A primeira semana, como era de prever, foi muito mais difícil. A segunda dividiu as duas: enquanto que uma decidiu adaptar a rotina ao seu ritmo a outra… estava fartinha do livro e das regras. E no final dão o seu veredicto. E vocês têm que ouvir!!!

 

Aqui está o link para o episódio: By the BOOK – The Miracle Mornings

 

 

 

4 ideias para juntar uns trocos

via

 

Uma das palavras de que mais se usa no início do ano, a par das dietas e do exercício físico, é poupar. Todos queremos conseguir juntar dinheiro para isto ou aquilo, aumentar as nossas poupanças em X ou Y valor, idealmente até, ganhar o euromilhões. E tal como com as outras intenções… depois chega a vida e dá a volta aos nossos planos.

 

O princípio básico a conseguir manter todas essas intenções é a motivação. Ouvia no outro dia uma pessoa dizer que, como o seu objetivo é fazer uma viagem, sempre que pensa em comprar isto ou aquilo lembra-se da viagem e na maioria das vezes, não compra.

 

Acontece que a nossa motivação pode muitas vezes ser posta à prova… e nesse caso ajuda ter outras estratégias e arregaçar as mangas, assim só para garantir. Eu gosto de fazer disto um jogo em vez de uma obrigação. E por isso lembrei-me de partilhar aqui umas ideias que podem ajudar a juntar um bocadinho. Umas mais que outras.

 

  • Moeda de determinado valor: esta é um clássico. Guardar todas as moedas de um valor que determinarmos. Eu estou a guardar as de 0,50€ num frasco de vidro para conseguir vê-lo a encher. Mas ainda falta muito…
  • Uma nota de cada: vi uma das minhas primas fazer isto, era como se fizesse coleção de notas. O objetivo era ir juntando dinheiro para conseguir ter uma nota de cada até determinada data. Ia juntando dinheiro e sempre que conseguia trocava o valor pela nota correspondente. Esta dá um bocadinho mais que trocos, é verdade. E para mim está no nível expert da poupança.
  • Múltiplos de 5: nos primeiros 6 meses juntam-se múltiplos de 5 por ordem crescente, nos últimos 6 meses juntam-se por ordem decrescente. Ou seja: 5€ em Janeiro – 30€ em Junho; 30€ em Julho – 5€ em Dezembro.
  • Valor igual ao mês: juntar no mealheiro o valor equivalente ao mês em curso: 1€ em Janeiro, 2€ em Fevereiro, 12€ em Dezembro. Quem quiser, e puder, elevar a fasquia pode juntar 10€ em Janeiro, 20€ em Fevereiro e assim sucessivamente.

 

Todas as estas ideias, e o sucesso de cada uma, dependem muitas vezes não das nossas escolhas mas sim das circunstâncias da nossa vida, sei isso perfeitamente. Mas também sei que, em situações normais, se tivermos estas ideias em mente vamos conseguir juntar dinheiro para algumas coisas que queremos sejam elas bens materiais, como uma mala, ou experiências, como um concerto. Ou pura e simplesmente poupar este ano e conseguir poupar mais no ano que vem.